Toque Dos Tios

Para ajudar seu filho a não ter medo do dentista, é bom que você também esteja preparada. A consulta ao odontopediatra não é nenhum bicho-de-sete-cabeças. Veja os toques importantes dos especilistas e como pode ser deliciosa essa visita.

Primeiro, o dentista tem de conquistar a confiança do pequeno. É importante que ele se familiarize com o mundo de cada paciente. “Fazemos uma prévia investigação com os pais sobre tudo de que o baixinho gosta e o que ele odeia. Durante as consultas só conversamos sobre as coisas legais”, explica Wlader.

A primeira visita é basicamente repleta de conversas e pouca ou nenhuma intervenção. “Quanto menos chata a consulta, mais rápido o baixinho se tornará nosso amigo”, ensina Bibancos.

Cada procedimento e cada material devem ser explicados nos mínimos detalhes ao pequeno. Mas exclusivamente pelo profissional. Não tente fazer isso em casa. “Historinhas ou apresentações lúdicas fazem o maior sucesso quando estamos dissertando sobre um novo material ou intervenção”, garante Adriana.

Em raríssimas exceções pode ser necessário que o baixinho receba ajuda de um psicólogo para tratar o medo que sente do dentista. Nesse caso, o odontopediatra é quem vai encaminhá-lo.